Alimente seu bom humor sem custos.


Não desperdice sua vida para ser o máximo, você já o é.
Limite os degraus para que possas repousar em um patamar.
Não pense de mais para que não viva de menos.
A senhora disse que eu sou um idiota, é verdade? - Eu não disse, mas é verdade._ O Miguel deixou tudo para um orfanato. - Quanto? _ Nove filhos._ Você foi visto de madrugada abraçado a um poste - E será que você tem ciúme de um poste?_Querido! Que beijo ardente! Por que nunca me beijou assim? - É que é a primeira vez que me esqueço de tirar da boca o charuto aceso. _A mãe diz: Se ele quer casar contigo, diz-lhe que venha me ver. -Filha diz: Ele já viu mamãe e, mesmo assim quer se casar._Garçom: Foi o senhor que pediu a omeleta? Freguês: Eu mesmo! - Só que naquele tempo minha barba era curta._Mas o senhor tão forte e moço; não tem vergonha de pedir dinheiro? - Tenho dona, mas uma vez peguei dois anos de cadeia por ter apanhado dinheiro sem pedir. _Ao moleque que pede uma moeda, diz o sisudo cavalheiro:- Antes pedisses com educação, - Ora! Eu peço o que julgo tenha o senhor!..._Engraçado! Teu cão abana a cauda de cima para baixo, em vez de fazê-lo lateralmente como os outros cães!-Por ai já podes ver quanto é estreito o meu apartamento.  _Na escola: Aluno: Os índios Peles vermelhas eram uma raça que vivia na America do norte e cujos homens tinham seis pernas; Professora: Que disparate! Como chegou a esta conclusão? - Aluno: Muito simples: A senhora disse que eles tinham seis pés! Professora: Seis pés de altura!_ Bom começo: A nova secretaria ao patrão; - Como deseja que eu o chame? - O patrão muito amável diz... Pode me chamar de querido._Esta é para refletir: Se o mundo houvesse sido feito pelos homens de negócios, o ovo seria quadrado para facilitar a embalagem. Dizem que a pinga nos mata pouco a pouco, lentamente: Por isto não largo dela... Para não morrer de repente._Afligir-se antes do tempo, é afligir-se duas vezes. Felicidade: Senhora diz; Sou feliz em ser mulher, pois não terei que me casar com outra. _Segundo Eva: E vendo Deus que o homem era imperfeito, inventou alguém que lhe aturasse os defeitos._Aquele que tem caridade no coração tem sempre alguma coisa para dar._Bêbado: Puxa! Bebi uma garrafa inteira de óleo de bronzear a pele e ainda não fez efeito._A jovem: O senhor não tem vergonha? Tenho sim, mas é como a sua minissaia: Um pouquinho só, para tapear._Empregado: Patrão, diz o horóscopo que hoje é bom para pedir aumento de salário... Patrão: Interessante, o meu diz que hoje farei uma viajem ao exterior, portanto, não vou poder estar aqui. _Não odeie as pessoas invejosas, são elas profundamente infelizes com a sua consciência de inferioridade._ Cachorro: Entre não tenha medo! O cão não morde... Epa! Sultão! Que é isso? Puxa!...Sabe que foi a primeira vez?_O juiz do tribunal de divórcios diz para a mulher: Mas deve ter achado algo positivo no seu marido quando se casou com ele há sete anos... Achei, sim, mas já gastei até o ultimo centavo! _Marido: Querida, você não está gorda de mais: Você só é muito baixa para seu peso._Falou está falado: Um homem levou uma surra da mulher e escondeu-se debaixo da cama: Sai dai agora mesmo! Berrava a mulher: Sou muito homem! Respondia ele. Quando digo que não saio, não saio mesmo! E não se fala mais no assunto! _Esposa: Acabando de chegar, fala para o marido... Estive na aula de caratê, por isso o jantar vai atrasar. Vai querer reclamar de alguma coisa? _Se estivermos mesmo sendo observados por extraterrestres, por que não ouvimos as risadinhas deles?_Um homem foi ao cinema e ficou perplexo ao encontrar uma senhora com um cão pastor-alemão sentado no colo: Ainda mais admirado ficou ao reparar que o cão ria quando a cena do filme era para rir: Desculpe, disse o homem à senhora, mas estou perfeitamente abismado por seu cão gostar tanto do filme: Eu também, respondeu à senhora... Ele detestou o livro._ Um caipira comprou um carro, tirou a carteira de motorista e saiu a passear: Ao chegar perto de uma cidade, avistou um aplaca onde se lia; DEVAGAR QUEBRA MOLAS: Não se lembrando de ter aprendido este sinal, saiu a toda velocidade: Resultado: Quebrou a suspensão. Não contendo a fúria, voltou e escreveu embaixo na placa: DEPRESSA TAMBÉM._ Entre dois pedintes: Você nunca vá pedir naquela casa! - Por quê? - Eles te oferecem trabalho. _ Sabe o porquê do ciúme do pato com o cachorro? É que o cachorro tem quatro patas._Falam muito mal das sogras, a minha é um anjo. Sorte a sua, porque a minha ainda está viva.

Mensagens para quando nos distrairmos e começarmos querer baixar a cabeça.


Quantos semelhantes ajudastes no dia de hoje, mesmo que seja apenas com um sorriso! : O Universo integralmente energético equilibra suas energias harmoniosamente, sem se importar com as reações, e fazemos parte do todo, queiramos, compreendamos ou não: Refletirá em nós, ondas com a mesma intensidade e nuances que a geramos. ( Juarez - red9 )


                                           Não sou suficientemente jovem para saber tudo.   
O sucesso nada tem a ver com os êxitos que conseguimos na vida. Sucesso é o que conseguimos fazer pelos outros.
I - Verdadeiro amigo é aquele que está a nossa disposição, quando por sua vontade estaria em outro lugar qualquer. II - Quem lê nunca está só. III - Ponha autoridade em casa, mas primeiro, levante a mão e peça licença. IV- Um bom conselho dá normalmente melhores resultados quando é precedido de um bom susto. VI- A derrota pode servir tão bem como a vitoria para dar uma sacudidela e deixar que a glória saia. VII- Tomar a decisão de ter um filho é importante: Trata-se de nos decidirmos para sempre, a ficarmos com o coração às voltas fora do corpo. VIII- Enfurecermos-nos pode às vezes equivaler a pularmos para dentro de um carro de corridas, potentíssimo, acelerarmos o motor, atingir uma velocidade e descobrirmos então que os freios estão com defeitos. IX- A esperança é uma emoção muito indisciplinada. X - Não é fácil encararmos os problemas um a um quando eles se recusam a enfileirar-se. XI -   

Apesar de se importar comigo, reconheço a maravilha de todos.

Poderia iniciar este blog com temas populares: Imagens, falando de turismo, carruagens de fogo, das sete maravilhas escolhidas, o céu azul, diversidade das flores, perfumes, mitologia, política, das refeições mais caras, moda: Em resumo, despertar interesses pelas pessoas para o conteúdo e, assim, aumentar o fluxo do blog satisfazendo meu ego.
Entretanto, no que me dispus a fazer, o que importa realmente é que atenda a integração de todos, se não, no mínimo a maioria.
É evidente que poderão surgir divergências, oposições aos meus pensamentos, mas serão bem vindas, principalmente se a contestação for fundamentada e, suas razões motivadas por um espírito humanitário. Seja humilde, coerente e um grande portador de sábio discernimento ante a vida que vives e a vida que o mantém: Sem entender humildade com sendo sinônimo de perda de posses ou distinção entre semelhantes, mas, estar convicto de pertencer a uma espécie racional capaz de distinguir entre o modismo e o passível de ser, compreender que existe realidade sim, embora em certas ocasiões a realidade pareça não ter sentido em razão das constantes mudanças de costumes ou descobertas por exemplo. Não aderir a grupos que tentam condicionar a se acreditar ser a vida uma ilusão: Não obstante, aos que não ousam fazer jus a inteligência para evoluir, tentando apresentar as próprias respostas por e em suas observações, seguem pelo tempo aceitando verdades alheias sem se preocupar com sua veracidade ou possibilidade de vir a ser; para este o existir realmente acontece como uma ilusão, algo sem sentido, sem finalidade: Levando pessoas ao extremo da submissão de correntes filosóficas ou ao extremo da ignorância levando a crer fazer sentido somente o presente e, com isso fazendo de outros, escravos para tratar de suas luxurias aqui mesmo neste plano. Seja humilde, após isto realizado, sua modéstia verdadeira o tornara majestoso no reino verdadeiro do existencialismo onde, entendera que não há espaço para misticismo ou idolatria. Vai fazer melhor sentido à sua percepção a criação, o universo, quando que, em um milionésimo de parte da porção de poeira cósmica que sua mão possa reter, (terra) há material, elementos químicos com sobras para tornar toda terra com formas de vida abundantes e, talvez desta vez a nossa espécie não mais aconteça... 



Como foi estar em um garimpo de mergulho no Rio Madeira


O ano quando tudo se inicia, era em meio à 1983, época da ocorrência de uma crise econômica fortíssima no Brasil, sendo conhecida como setembro negro. Neste tempo, exceto um banco privado, (Bradesco) é o que me vem das lembranças, que, com injeção de recursos do governo federal (do povo) pode-se manter sem desintegrar-se ou ter momentos instáveis, enquanto algumas industrias e comércios iam quebrando, falindo, neste tempo eu havia iniciado no ramo da eletrônica, não havia heranças, não vinha de uma família abastada, não vivia e não vivo de influencias como um sangue-suga, sempre fui de ir à luta, perseverante. Gostar de passar por dificuldades? Não, não é isso, aprendi que sempre ocupado com a mente e trabalho, sem ociosidade,  com próprio esforço nos tornamos mais satisfeitos e úteis à todos que se encontram próximos. 
Sem capital de reserva ou patrimônio para hipotecar, não havia outra saída para que eu obtivesse recursos para assegurar aos meus filhos, possibilidades de no futuro ter melhores condições de vida: Meu comercio consistia em fazer manutenção em TVs e sons, instalações de som também em automóveis: Teria que encerrar também, não havia tempo para aumentar a freguesia e, meus débitos embora pequenos, continuavam aumentando: Momento houve em ter de optar entre quitar parcela  de divida ou comprar alimentos. 
Pensei, pensei muito em uma saída, onde me encontrava, sem capital nada poderia ser feito: Dai, imaginei,  se me dirigisse até a Capital Brasilia, onde residem ou passam algum de seu tempo, a cúpula do Estado, não me faltaria trabalho, como à eles não falta dinheiro, independente da situação politica ou econômica do Pais.. Aliás, entendo o Estado como um bom Papai, todos querem integrá-lo, altíssimos salários, altas comissões, aposentadoria rápida, imunidades; esteja a economia em crise ou não, o deles continua sagrado. Pena que não há espaço para idealistas humanitários, pois, quando assumem suas funções, as regras de governo já estão estabelecidas: E isto, por longos  e longos anos pela frente. Muito bem, parti em direção à Brasilia, durante a viagem, meus pensamentos estavam em meus filhos, iria ficar longe, sem saber quando voltar, poderia dar certo, mas também não: Mas era preciso seguir. Amizades foram feitas neste trajeto: Uma delas sugeriu que eu seguisse até Manaus, estaria em uma zona franca, onde o maior comercio era de artigos eletrônicos e, talvez ali se encontrasse de fato uma ótima oportunidade. Chegando em Belém após dias e noites de viagem, agora teríamos de seguir por água, um grande barco nos levaria até Manaus: Entretanto teríamos que pagar a passagem e eu já estava sem dinheiro, só havia para chegar até Brasilia e durar mais uns três dias, a distancia maior não estava nos planos. Já em Belém, capital do Estado do Pará, como era de se esperar, novos contratempos. Esta pessoa que se dispôs, a me dar acolhida em sua casa quando de minha chegada em Manaus, também seus recursos eram poucos, estava vindo do Rio Grande do Sul para ver sua família, esposa e filho. Nunca fiz perguntas  sobre seus familiares, mas um inesperado aconteceria também sobre o delicado relacionamento homem mulher.  Já estávamos em Belém há uns quatro dias, dormíamos em um dos barcos ancorado no cais que aguardava o dia da partida para seus destino; ele, em sua rede estendida presa aos suportes, e eu, no piso com meu fino lençol que carregava comigo. Precisaríamos conseguir carona, pelo menos foi o que tentamos, mas um fato deixou-me descontente, difícil entender, em uma grande empresa de navegação ( Enasa Navegação Amazônia ), ele, por ser estrangeiro conseguiu, eu, filho da terra, fui ignorado: Não que tenha sido contra  tal beneficio, mas, se jura morrer pelo país, porque não usufruir o que ele produz de bom? E assim aconteceu, em três dias ele já estaria em sua casa em Manaus, viajando em um confortável navio em meio a turistas. Enquanto eu seguia viagem como carona, ajudante de motorista, amarrando minha rede recém-comprada, nas ferragens das carretas transportadas pela balsa; até chegar a Manaus foram sete dias, só para lembrar, durante as noites, era atacado por um batalhão de pernilongos ( carapanãs. ) Combinamos que quando eu chegasse, ligaria. Foram dias de expectativas, não era esta a primeira vez de me encontrar em lugar que não ao de costume, mas nunca nos sentimos muito à vontade fora de nosso ambiente. Região de clima quente, uma super cidade, vale a pena ser conhecida pelos Brasileiros e estrangeiros que gostam e podem viajar. Até antes de fazer um telefonema para sua casa estava preocupado, quem sabe ele não estivesse falando sério, eu sem recurso e sem lugar para ficar, estaria em péssima situação. Porto de Manaus, madrugada; com muita expectativa e espera, o dia parecia demorar mais para dar seus primeiros sinais para que eu pudesse ter em meus olhos as primeiras imagens do lugar. . Alo! Bom dia: Sou eu, o Paulista, viemos juntos até Belém. Silêncio por alguns instantes; pensei rápido, não se passou tanto tempo assim, para não se recordar de minha pessoa: Em seguida tudo acertado, viria me buscar. Teria sido minha impressão uma conclusão precipitada? Já em sua casa, pudemos conversar mais, me deu informações sobre os costumes, alimentação e que no dia seguinte sairia comigo em busca de trabalho; explicou que havia se separado a algum tempo de sua mulher, mas tinha um filho pequeno, e isso o fazia vir sempre que podia vistá-lo. comentou sobre seu plano de montar uma adega no Rio Grande do Sul assim que se divorciasse. Começam as surpresas, eu disse que ia comprar uns tomates para fazermos uma salada para o almoço, na banca ao perguntar o preço do quilo, descobri que um tomate tinha o custo de uma duzia em São Paulo, em posse de algumas unidades voltamos para sua casa. Sua ex-companheira nos recebeu, não houve boa receptividade; seu temperamento mudou de repente, aliás, de ambos: Ouvi mais de uma vez recomendações para que ele se preocupasse com suas jóias, as dela, evidente. Confesso que não me constrangi, mesmo sabendo que aquilo estava sendo dirigido a mim, sempre estive atento para meu estado emocional não depender das palavras que fossem proferidas por outras pessoas; jamais me sentiria muito alegre se chamado de bonito ou muito triste se chamado de feio. Neste mesmo dia saímos em busca de um pequeno salão para me estabelecer com uma oficina , não foi difícil e, nesta primeira noite dormiria nele também. O local havia sido um bar, existia uma mesa de bilhar onde seria minha cama improvisada, na verdade, mármore revestido com veludo verde. Os dias iam passando, consertos não faltavam. Hoje eu não sei, mas naquela tempo casas de madeira era comum nos bairros, este salão foi construído da mesma forma. Muito bom, grande, mas sem segurança alguma, quando da necessidade de sair durante a noite para fazer minhas refeições, tinha que voltar bem rápido. Eu estava certo em ter tanto cuidado, fui despertado em uma ocasião com barulho na porta, muito sonolento , pois, eu raramente conseguia dormir cedo devido ao calor da região, percebi vultos com meia porta de entrada aberta, com meus movimentos sobre a mesa, com certeza foi o que fez com que eles desistissem e fossem embora: Levantei rapidinho para tentar ver quem era não tive tempo, só deu mesmo para notar um opala amarelo virando a esquina...     

Brasileiros...Mulheres e Homens de Caráter

Alerta geral, Brasil não está sendo governado por brasileiros, se assim fosse, a Amazônia não seria tocada com barbarismo.  Red9 Brasil...